Comida, comida e mais comida

A comida e o ritual associado às refeições são partes muito importantes da nossa cultura e que influenciam muito quem nós somos. Há os que ADORAAAAM comer, os que não ligam, os que acham que é uma perda de tempo, os que acreditam que “somos o que comemos”, os que fazem verdadeiros cálculos matemáticos, para saber quantas calorias ingerem por refeição, etc.

Eu faço parte do grupo dos que acreditam que quase-que-somos-aquilo-que-comemos! Não estou sempre preocupada com o que como, não deixo de comer coisas que gosto só porque me poderão, eventualmente, fazer mal ou engordar, não conto calorias, mas acho que devemos tentar ter algum equilíbrio na nossa alimentação, fazendo com que as coisas mais e menos saudáveis estejam mais ou menos equilibradas ao longo dos dias.

A minha alimentação importa-me, mas importa-me ainda mais o que a minha filha come e em que quantidades e com que qualidade. Acredito que é de pequenina que ela vai adquirir bons hábitos alimentares (mesmo que depois decida não ter bons hábitos no futuro). Faz-me alguma confusão ver crianças pequenas a comer toneladas de doces ou  porções gigantes de fritos (ah, o que os miúdos adoram batatas fritas!) e a nadar em gordura (não. Não sou nada exagerada. Que ideia!!!).

Artigos como este assustam-me um bocadinho.

Anúncios

Comentar aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s