E a alimentação durante a gravidez?!

Lembram-se dos posts sobre a minha perda de peso e sobre a minha tentativa de fazer escolhas mais saudáveis? (Se não se lembrarem, podem sempre procurar pela categoria “Alimentação” aqui no blog)

Agora que estou grávida as escolhas e as restrições têm de ser bastante diferentes. Como resistir à tentação de um docinho ou de um prato de batatas fritas? Como ter cuidado com a alimentação se nos apetece comer tudo o que vemos?

Resposta: cá me vou aguentando! 😛

Tento não me abster de comer tudo o que sei que não é muito saudável ou nutritivo (se me apetece mesmo comer, como), mas também não me descontrolei completamente (ainda) nos cuidados que tinha e que devo continuar a ter.

Na verdade, durante a gravidez temos de ter ainda mais cuidado com o que comemos, visto que a criancinha também está a “comer” o mesmo, mas depois surgem as vontades repentinas de comer alguma coisa diferente ou os famosos enjoos que se intensificam com determinadas comidas… Felizmente posso comer tudo sem grandes restrições, mas de vez em quando lembro-me que não me apetece terminar a gravidez a rebolar e lá vou tendo cuidado com as escolhas que faço.

Antes de engravidar restringia ao máximo os hidratos que consumia durante e dia (especialmente à noite), neste momento já passei para uma quantidade maiorzinha, raramente comia doces, agora vou comendo de vez em quando, e o resto das refeições fui tentando manter mais ou menos como no início: pequeno almoço com iogurte natural e cereais, peça de fruta a meio da manhã ou da tarde, proteína magra acompanhada de legumes ou por uma porção pequena de massa, arroz ou batata às principais refeições.

Vale a pena ter cuidado? Eu acho que sim. Pelo menos sinto-me bem com a minha consciência quando penso nas escolhas que tenho feito para a minha saúde e para a saúde da criança. Passo fome? Nada disso!

Desengane-se quem pensa que estou magrinha e que mal se nota a barriga. Já engordei bastante no início do gravidez, especialmente porque os enjoos me faziam querer comer a toda a hora, e tenho mais barriga agora do que tinha na primeira gravidez na mesma altura. No entanto, sinto-me bem porque sei que o aumento de peso se deve a deixar de ter as restrições alimentares que tinha e ao crescimento da criança. 🙂

5f9ceead3b60776205d42af31dbce66a

Advertisements

7 thoughts on “E a alimentação durante a gravidez?!

  1. Cinderella

    Na verdade tenho cometido alguns deslizes. Mas também compenso. 🙂 Acho que o truque passa por não nos privarmos, já que temos mais tendência para comer mal quando somos proibidas. E isto acontece não só na gravidez como noutras alturas.

    Liked by 1 person

    Responder
  2. Pingback: Alimentação durante a gravidez – 2 | Life's Textures

Comentar aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s