A moda da marmita

Nos últimos tempos tenho andado cansada, por causa do mix explosivo trabalho-stress-gravidez, e não sinto grande vontade de cozinhar, mas não me quero descuidar completamente em relação à minha alimentação.

Tento fazer escolhas mais ou menos saudáveis e, embora já tenha aumentado mais de peso do que gostaria, acho que estou a conseguir. Um dos objectivos deste ano de 2016 (e dos próximos) é fazer refeições mais saudáveis  e em casa. Uma das principais mudanças foi cozinhar em maior quantidade (para guardar refeições extra para aqueles dias em que não me apetece fazer nada) e começar a levar almoço para o trabalho, pois quando não o faço acabo a comer qualquer coisa simples e rápida, como uma sandes ou uma tosta, porque as opções de escolha saudáveis são poucas.

4e51883539df0249d53f1815be2649bf

Assim, tento sempre cozinhar refeições com doses extra ou planear alguma coisa rápida para fazer no dia anterior, divido por caixinhas e quando acordo é só colocar tudo dentro do saco e trazer para o trabalho.

Até ao momento está a resultar. Sinto-me bem por saber que estou a comer algo saudável e nutritivo e não me ando a encher de pão ou fritos e ainda acabo por fazer alguma poupança. 😉

de3c2d6e480b619e91a268d160a4fcf6

Anúncios

8 thoughts on “A moda da marmita

  1. Cinderella

    Desde que trabalho em Lisboa, que trago marmita. Não quer dizer que de vez em quando não vá comer fora. Para além de poupar, sei aquilo que como. Investi numas quantas caixas próprias de marmita. E ajuda ter microondas, formo e frigorífico no escritório. Também ando com esse mix, uns dias melhores que outros, e por vezes depois de chegar a casa tarde, não apetece mesmo fazer a marmita. 🙂

    Liked by 1 person

    Responder
    1. T. Post author

      De vez em quando também vou almoçar fora, mas sinto-me muito melhor quando como uma refeição caseira e que sei como foi feita e os ingredientes que leva. 😉 O pior são mesmo os dias em que não tenho energia para nada…

      Liked by 1 person

      Responder
  2. Paulo Vasco

    Também o tenho feito. E… não me arrependo. Sinto-me melhor.
    Na cantina da Escola, a comida até é caseira mas o preço da senha, seguramente para quem ganha bem melhor do que nós. Contudo, o que me leva mais a evitá-la, é a mistura de hidratos de carbono com hidratos de carbono, por exemplo. Isto é, não é praticada uma alimentação equilibrada. Pelo menos, os profs de CN e Biologia são poupados de elaborar ementas, ao contrário do que acontece na Escola onde sou efetivo. 🙂

    Liked by 1 person

    Responder
  3. Limonada

    Há muitos anos que o faço, até porque aproveito a hora do almoço para treinar restando pouco tempo para ir a restaurantes. Trago marmita todos os dias, treino, volto para o escritório e almoço. Para além de saber o que estou a comer, e de comer saudável, poupo imenso dinheiro!

    Liked by 1 person

    Responder

Comentar aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s