Histórias de encantar

Se há coisa que me deixa contente é ouvir as histórias que a minha filha vai inventando enquanto brinca. Naqueles momentos em que ela está a brincar sozinha, com os bonecos e as casas que constrói e as escolas e castelos que vai fantasiando, eu fico muito sossegadinha (com aquele ar de quem não está a ouvir nada, enquanto estou a ver ou ler alguma coisa) só a ouvir as histórias que ela vai criando e as aventuras que ela vai vivendo através dos seus bonecos, por vezes inspiradas na televisão, nos amigos da escola ou em alguma coisa que ela viveu mais recentemente.

Ela fala muito, sempre, mas nestes momentos parece que não vai parar nunca. Inventa histórias completas, com enredos completos, cria personagens, faz diferentes vozes, grita, canta… Diz que é da idade, mas eu cá acho que a miúda é capaz de ser bastante criativa.

O barulho é mais que muito, mas é daquele barulho bom, que me deixa contente e me dá gosto ouvir. Passo muito tempo só a acompanhar as histórias que ela vai criando (de longe, para não interromper) e é tão divertido.

90a5d6d90118242adf1437c4de050a7a.jpg

Anúncios

4 thoughts on “Histórias de encantar

  1. Cláudia Dias

    Estudei Psicologia, tive algumas cadeiras de psicologia do desenvolvimento da criança e do adolescente, e posso dizer-te que isso é muiiiiito saudável! Eu quando era pequena tb tinha montes de amigos imaginários, eheheh, em parte por ser filha única. É bom, faz bem, estimula a criatividade e imaginação sim 🙂

    Liked by 1 person

    Responder

Comentar aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s