Category Archives: Cozinha

Papa de Kiwi e Banana

O A. fez um ano e neste momento já pode comer de tudo (desde que saudável, claro). É aquela fase em que quero que ele experimente um mundo de coisas novas e que me perco em receitas novas para tornar tudo mais apetitoso para o moço.

Por opção não lhe dou alguns alimentos (e com autorização da nossa pediatra também) e vou dando outros que não são tão “normais”. A lista de papas, sopas, purés, pedacinhos crus ou cozidos é imensa nesta nova fase e é uma descoberta para mim e para ele.

Nos últimos dias já experimentou o pêssego, o tomate, o grão, as ervilhas, os iogurtes naturais de leite de vaca e o leite de arroz. Como podem ver, são coisas que muitos miúdos mais novos já comem, mas que por aqui a pediatra só aconselhou a introduzir agora.

Hoje tentei introduzir na alimentação do A. o Kiwi. Como é uma fruta um pouco ácida, resolvi procurar papas diferentes para oferecer esta fruta ao pequenito e habituá-lo ao novo sabor. A minha ideia era manter o sabor do kiwi, para perceber se ele gosta ou não, mas adoçar a papa de alguma forma. Depois de alguma pesquisa este foi o resultado:

Papa de Kiwi e Banana:

Uma banana pequena

1 Kiwi

Preparação: cortar a banana e o kiwi aos pedaços pequenos e bater tudo junto até ficar com a consistência de uma papa.

O A. comeu tudo e acho que ficou bastante doce só com a banana pequena, mas eu achei muito ácido na mesma (se calhar porque não gosto nada de Kiwi).

Ficou com uma consistência um pouco mais líquida que as papas que costumo fazer, mas ele comeu muito bem. 🙂 Dei metade simples e metade com iogurte.

Com iogurte

Sem iogurte

 

Anúncios

Batata doce

Já há algum tempo que não falava aqui sobre as nossas refeições em família e desta vez não deixo bem uma receita, mas uma sugestão: empadão de peixe com puré de batata doce.

Não somos muito fãs de batata doce, mas temos andado a explorar receitas diferentes com batata doce, para ver se descobrimos a forma ideal de a incluir na nossa alimentação. Vi a receita de empadão com batata doce, resolvi experimentar e gostei bastante do resultado. O truque, para mim, é temperar bem o puré de batata para cortar o doce.

Aqui ficam as fotos da preparação do dito cujo:

img_20170227_1914061

O puré feito com batata e leite morno, bem temperado

img_20170227_1920291

A base de peixe e molho de tomate

img_20170227_1924041

E depois as camadinhas do empadão pronto para ir ao forno

Aceitam a sugestão? E outras sugestões para comer batata doce?

Lanches saudáveis 

Nesta coisa de comer melhor a minha maior dificuldade é encontrar lanches saudáveis. Coisas que possa comer entre as refeições sem peso na consciência. 

Na maioria das vezes opto por levar os lanches comigo,  porque encontrar algo assim à venda é quase um milagre. 

As minhas escolhas passam por:

  • Iogurtes líquidos
  • Queijo fresco
  • Ovo cozido
  • Bolachas de milho
  • Cenoura 
  • Queijinhos tipo “vaca que ri” 
  • Frutas
  • Nozes ou amêndoas 
  • Panquecas de aveia
  • … 

    Acho que estas sugestões mostram que é possível fazer boas escolhas,  mesmo para quem come quase sempre fora de casa. Não acham? 

    Baby food

    Estamos na fase dos purés e das sopas. O A. anda todo contente a experimentar novos sabores e novas texturas todas as semanas.

    A alimentação dos bebés é para mim um tem, quase, tabú. Cada pediatra e cada mãe/pai sua sentença e ai de quem vem dar opiniões contrárias. Às vezes até me pergunto como podem pediatras do mesmo país, que estudaram mais ou menos o mesmo, terem opiniões tão diferentes?!?

    Como me desenrasco eu? Escolhi uma pediatra à minha medida e lá vou seguindo as indicações que ela me dá.

    A pediatra do A. é a mesma da L. e é uma médica que acredita nos benefícios da alimentação natural e o menos processada possível. Recomenda a introdução gradual dos alimentos, papas só caseiras, fruta sim mas que não venha em boiões, leite de vaca só lá para os três anos e se optar por uma bebida vegetal em vez de leite ela não se chateia nada, açúcar (quando a criança tiver idade) quanto menos melhor…

    Claro que se quiser empanturrar a criança de Cerelac e Bledina ela não deixa de acompanhar a criança, mas não é de todo o que ela recomenda.

    Para muitos pais isto será exagero e o melhor é nem discutir o que as criancinhas comem e quando, mas para mim é um descanso saber que a médica que acompanha os meus filhos defende o mesmo estilo de vida que eu.

    E por aí, quem já ouviu um “com essa idade e ainda não come isto ou aquilo”?

    Eu sorrio e sigo caminho sossegadinha.

    Gomas caseiras

    Gomas caseiras

    Quem gosta de gomas? Quem come um pacote de gomas num abrir e fechar de olhos? Quem sabe que isso não é nada saudável?

    Pois é, eu, eu, eu!

    Para além de mim, ainda temos mais viciados em gomas cá por casa e a minha filha e a minha sobrinha estão no topo da lista. Na última festa de família resolvi experimentar as famosas gomas de gelatina ou gomas caseiras, feitas com gelatina light e sem açúcar.

    Adorei o resultado! Ficam iguais às gomas de compra, são fáceis de fazer, sabem muito bem e são bem mais saudáveis.

    Eu experimentei a receita para robot de cozinha, mas podem fazer o mesmo numa panela normal e a internet tem várias receitas. Escolham a que vos parecer melhor e experimentem. Eu fiz esta:

    Ingredientes:

    • 200 g de água
    • 20 g de gelatina natural em pó
    • 1 saqueta de gelatina 0% açúcares de sabor a gosto

    Preparação:

    1. Coloque no copo:
      • todos os ingredientes > bata 20seg/vel4
      • baixe com a​ espátula e programe > 3min/100ºC/vel2
    2. Verta o preparado nas formas passadas por água fria e leve ao frigorífico pelo menos 1 hora. Desenforme e já está.

    Tão fácil quanto isto!

     

    Bom e nacional

    É verão, está bom tempo, a rua chama-nos para pequenos passeios com os mais pequenos cá de casa e o bebé A. não nos dá muito descanso.

    O tempo para escrever tem sido pouco. Aliás, o tempo para me sentar a um computador tem sido quase inexistente. Ando completamente absorvida pelo mais pequenito e a tentar dar a maior atenção possível à maiorzita, que também precisa e muito de nós.

    Ter tempo para comer ou cozinhar também não tem sido fácil. As refeições que tinha deixado prontas/congeladas já foram todas. A sorte é que o marido até tem jeito para a cozinha e lá vai desenrascando a coisa ou então temos de comprar comida já pronta (raramente saudável).

    Esta semana resolvi encomendar frutas e legumes do site Olha fruta fresca (mais uma vez, é publicidade gratuita, porque gostei mesmo do site e do serviço). Bem bom! Entregue em casa, com qualidade e só produtos frescos de produtores nacionais.

    Posso não ter muito tempo para cozinhar, mas pelo menos tenho o frigorífico cheio de boas opções. 😛

    IMG_20160714_095603IMG_20160714_095627