Category Archives: Desafio 365

Desafio 365 -“Declutter”

2016 já aí está e o meu desafio de me desfazer de 365 coisas inúteis em 2015 chegou ao fim.

Na verdade a coisa não foi muito bem organizada. Houve coisas que me esqueci de apontar e outras que apontei mais juntei vários itens num mesmo ponto. Assim, fiquei muito longe das 365 (podem ver a lista aqui), fiquei apenas com 67 entradas na minha lista, mas na realidade acho que cheguei perto da centena de artigos de que me desfiz este ano.

Não atingi o grande número de 365, mas senti-me muito bem com este processo e acho que a casa e as nossas “tralhas” ficaram melhor instaladas e organizadas depois desta escolha inicial.

2016 será um ano para continuar a reciclar, reutilizar ou mesmo deitar fora o que já não usamos, mas desta vez sem contabilizações. De vez em quando vou fazendo um post sobre o tema para vos dar a conhecer o que tenho feito ou que alternativas tenho encontrado para coisas que já não uso. Os projectos são muitos, o tempo é que parece pouco. 😉

5e4564ee4f7862f0346473b8c16c3883

 

Decoração para os mais pequenos

Cá por casa há sempre qualquer coisa a precisar de ser transformada, mudada de lugar ou renovada.

Bem, talvez o problema seja meu e não da casa. Eu gosto de ver as coisas mudarem com alguma frequência e cansa-me ter a decoração sempre igual. Gosto de trocar alguns apontamentos, de substituir coisas que já não uso tanto por outras que me pareçam mais úteis, inventar uns móveis e umas alterações para fazer (sozinha ou com ajuda)… Mas é importante que as alterações e os novos projectos não sejam demasiado dispendiosos.

Nos últimos tempos tenho-me desfeito de algumas coisas que já não uso (podem ir acompanhando a lista do desafio) e neste momento estou focada em mudar e melhorar o quarto da L.

Não somos de encher a L. de brinquedos e comprar tudo o que está na moda ou tudo o que ela pede, mas com o passar do tempo ela foi acumulando muitos brinquedos e é difícil arranjar um bom espaço de arrumação para eles sem roubar espaço a outras coisas. O primeiro passo será escolher os brinquedos da L. e ficar só com os que valem a pena (até porque o natal estará aí em breve e vão chover mais brinquedos), depois arranjar novos espaços de arrumação e por fim alterar alguns apontamentos no quarto de modo a ficar com uma cara nova.

Andei a inspirar-me pelo Pinterest (onde mais poderia eu ir! LOL) e encontrei algumas ideias que podem dar uma nova cara ao quarto das crianças e sem gastar muito dinheiro com isso. Partilho convosco as imagens de que mais gostei e espero que possam servir de inspiração para vocês também (acho que mesmo quem não tem crianças em casa, pode encontrar aqui algumas ideias interessantes):0abd4503c3a1fc00a4744e4594a97da9 - Cópia 4bb0ccd9c18ff0de1cc4f8f08a04fb4b - Cópia 201015a53b7d41dcc34d9686e6097f29 - Cópia 601698040a6f047ae5d855a1dbe460ad - Cópia b2e8da33b7e34c6e0c1142f7a77e9b0f bde902bd6bb99942413d396fb72bfa7d e41d0ab2e63711a18591d516864baabd e50920bb6df4ce4633aeb2cc7b37bc5b - Cópia f0d2dc139d08999e82478c1b1b58bae3

O que acham? Já estão com vontade de remodelar a casa toda também? eheh

Escolhas sustentáveis

Sou fã mesmo do blog Um ano sem Zara. Adoro os artigos que lá são publicados e o jeito doce/engraçado da Jojo.

Desta vez encontrei por lá uma reflexão sobre um tema que adoro e não podia deixar de partilhar aqui convosco: sustentabilidade.

Quantas vezes compramos coisas de que gostamos, que são bonitas, mas que não nos serão úteis nunca? Quantos artigos temos na nossa casa que estão arrumados desde que foram comprados, apenas a ganhar pó e a ocupar espaço?

Eu acuso-me já. Tenho vários artigos assim. Foram comprados por impulso: “ai é tão bonito!”. No entanto, nunca lhes dei grande utilidade.

Todos os anos falo aos meus alunos sobre a importância de fazermos escolhas sustentáveis, de modo a não gastarmos mais do que aquilo que temos (seja a nível económico ou a nível ambiental, pois temos tendência a desperdiçar recursos como água ou energia sem pensar duas vezes no que estamos a fazer ao mundo em que vivemos). Parece-me absurdo continuar a consumir sem pensar, tendo em conta todas as informações a que temos acesso hoje em dia.

Inspirada por esta ideia de que é importante para todos (não apenas para a minha carteira. As nossas escolhas afectam todo o mundo) consumir de uma forma sustentável, comecei a reduzir bastante os gastos que faço diariamente e, como se devem lembrar, coloquei um desafio a mim mesma: eliminar todas as coisas que tenho na minha casa (e na minha vida) a que não dou qualquer utilidade. Tem sido um processo muito bom e descobri que afinal não preciso assim de tanta coisa e que há muitas coisas que estão aqui guardadas sem qualquer propósito. Há coisas que guardo porque são bonitas, porque um dia ainda poderei usar, porque me foram oferecidas por alguém, porque vieram de uma viagem especial… Não acho que temos de eliminar TUDO o que não usamos diariamente, mas também não podemos guardar tudo só porque tem uma história especial.

09ab7d94069b91faee5de4145e933aee

A Jojo aborda esse tema, mais relacionado com a moda, neste texto. Não deixem de ler!

Ela refere que hoje em dia é fácil vender as coisas boas que temos e que nos podem dar um dinheiro extra para comprar coisas novas. Este é o único ponto que eu não sinto muito em Portugal. Parece que comprar coisas em 2ª mão ainda não é muito habitual por aqui e tenho muita dificuldade em vender as coisas que tenho e que estão como novas. Se alguém conhecer um bom site para fazer este tipo de vendas (mesmo que seja um site internacional) digam-me.

E por aí, já olharam bem para os vossos armários? É tudo essencial?

Malas há muitas…

387947920c8beeda28c582fc39a1c493

Malas! As melhores amigas das mulheres?!

Bem, se calhar nem de todas as mulheres, mas são quase as minhas melhores amigas. Adoro malas, tenho várias, de vários tamanhos e para momentos e roupas diferentes.

tipos

A verdade é que tenho demasiadas e algumas já não estão em perfeitas condições.

Como ando numa de diminuir a tralha cá por casa e de ficar apenas com o que me faz mesmo falta, resolvi dar uma volta à minha colecção de malas. Escolhi as que já não uso há séculos e dei/vendi, separei as que uso menos e comecei a usar mais, as que já não estão em grandes condições (e é por isso que não as uso tanto) foram fora e fiquei apenas com o essencial e que realmente uso e me faz falta (desta colecção ainda não fazem parte as malas de viagem. Essas ficam para outro capítulo).

a7102ca65a6ccf3622a1a77490d279e8

A verdade é que a lista do Desafio continua a crescer (o desafio está a decorrer cá por casa até ao final do ano) e as minhas coisas estão cada vez mais organizadas e acessíveis. Estamos no bom caminho!

nota: todas as imagens retiradas do Pinterest

Por falar em arrumações ou o desafio continua

Com todas as roupas que tenho separado para dar ou reciclar os nossos armários já estão mais arrumados, organizados e com mais espaço.

Muita da roupa que já não usamos vai para dar a alguém ou para fazer arranjos e recuperações, mas há peças que estão mesmo estragadas e que já não servem para ninguém usar. O que tenho feito com essas peças, nos últimos meses, é entregá-las nas lojas da H&M para reciclar. Isso mesmo: reciclar.

Não sei se já tinha falado sobre o assunto por aqui, mas se já falei deixo aqui novamente esta dica para quem não conhece ou só para recordar: as lojas da H&M aceitam roupas, mesmo que estejam em muito mau estado, para reciclar e fazer roupas novas. Dão 5€ por cada saco, para usar nas lojas H&M, e só aceitam um máximo de dois sacos por pessoa e por dia.

Com tanta roupa que já foi fora este ano e no ano anterior, esta campanha deu-me mesmo muito jeito e já tenho vários vales de 5€ (nem sei se vou chegar a usar todos). Não sei se a campanha tem um prazo para terminar, mas os vales têm validade até Agosto deste ano. Veremos se a campanha depois continua, mas para já é uma boa solução, especialmente para quem tem filhos pequenos, que estragam muita roupa e por vezes já não serve para ninguém usar novamente.

Estes foram os últimos sacos que reuni para deixar na H&M e assim o desafio continua:

IMG_20150317_104805

 

Update – Desafio 365

Ainda se lembram do desafio das 365 coisas em 365 dias que está a decorrer neste blog desde o início do ano? Alguém já se juntou a mim? (Para quem não faz a mínima ideia do que estou a falar, podem ver mais aqui e aqui)

Ainda não terminámos o segundo mês de 2015 e já tenho uma listinha com mais de 35 coisas de que me desfiz ou a que dei outro caminho. As escolhas e mudanças que têm acontecido cá por casa estão a ser lentas e bem pensadas, por isso acho que até ao final do ano a lista ainda vai avançar bastante.

Tal como tinha dito no início, alguns pontos da lista têm mais do que um artigo. Assim, no final deverá ser um número muito superior ao registado. Vou tentando actualizar-vos sobre o desafio ao longo do ano.

c222602645546b3d70d62d8fb448ecae eab1756c257ba4503154a471d44596de

Já vendi vários artigos a pessoas mais ou menos conhecidas e muitos desses artigos foram “despachados” pelo site do OLX. Conhecem? Já utilizaram? É uma ferramenta de que gosto muito. Apesar de se encontraram as coisas mais estranhas, aos preços mais absurdos, encontram-se também artigos muito bons e com preços óptimos.

Tenho tirado fotos boas às coisas que tenho para vender, colocado uma boa explicação dos produtos (com materiais, medidas, peso, etc) e tenho conseguido vender quase tudo em pouco tempo. Sei que há outros sites do mesmo género, mas por enquanto só utilizei o OLX e tenho-me dado muito bem.

Neste momento estou a escolher e reformar algumas roupas que já não uso há muito tempo. As coisas que forem para dar a alguém ou para reciclar irão para a lista do desafio, as que forem reformadas e continuar a usar não. Em breve deixarei, também, fotos e comentários sobre essas alterações que tenho andado a fazer.

9c5688949b0276ebdf23ba2bfe88b738

A separação das coisas do P. está a ser o mais difícil de concretizar. O rapaz não tem grande paciência e quer guardar tudo ou quase tudo, mas isto com o tempo vai ao lugar. 😛

Juntem-se ao desafio também!