Category Archives: Educação

E eu já cansada…

O novo ano lectivo ainda agora arrancou. Entre reuniões de pais, início da escola nova da L., reuniões na minha escola, início e preparação das minhas aulas/tarefas diárias, mochilas para preparar, material escolar para comprar para 2 (ou 3?) que já me fez correr mil lojas diferentes para encontrar tudo o que as educadoras dos meus filhos se lembraram este ano, preocupação com lanches escolares e almoços saudáveis, mais fraldas e leites e afins, porque não parece mais ainda tenho um bebé de 1 ano para cuidar, mais a organização da casa, alguns contratempos familiares…

Ainda agora arrancou o novo ano lectivo e eu já ando cansada e a fazer contas para ver quando chegam as “férias” do natal.

Boa sorte para todos os pais/encarregados de educação e, já agora, professores!

e681631850a564c6eecf803593517766

Anúncios

A emoção dos finais

Final do ano lectivo à porta. Yeah!

Tenho para mim que todos os anos escrevo um texto sobre isto, mas é mesmo uma época do ano especial para mim.

Na verdade o ano ainda não acabou, na escola onde estou ainda temos mais um mês de aula. No entanto, já temos aquele gostinho a verão e a final.

As avaliações estão quase todas feitas, os meninos já estão a pensar nas férias e na praia, os mais velhos terminam agora uma etapa importante das suas vidas: a conclusão do secundário. Pode não parecer para quem vê isto de fora, mas acompanhar os mesmos alunos durante três anos, passar mais tempo com eles do que com os meus próprios filhos, vê-los crescer, mudar, aprender ferramentas importantes para o seu futuro, vê-los alcançar os objectivos a que se propõem e saber que para o ano já não estarão cá, é emocionante (ah, e saber que não vou voltar a ter aulas com aqueles que me fazem a cabeça em água também é muito emocionante).

83f3e7587cfc21cc6e3c3c96c87bb1de

E eu já vejo alguns dias de descanso ao fundo do túnel e o sol, aquele porque anseio o ano todo, já anda por aí.

Nesta fase final os trabalhos e testes multiplicam-se, o stress é  maior, as aulas são mais confusas, as reuniões chovem, mas tudo se faz.

É uma espécie de ano novo em Junho.

Olá Primavera 

Estes dias de sol e algum calor, que já sabem a Primavera, deixam-me sempre mais alegre e de bem com a vida. Até já estou a planear coisas giras para fazer com a família no fdsemana. 

Ontem foi dia da mulher e os piolhos cá de casa trouxeram trabalhos feitos na escola e inspirados aqui na mãe. O tipo de trabalho é o mesmo mas a idade das crianças é bem diferente. 

Em qual fiquei mais favorecida?

Vamos lá sorrir e aproveitar o dia. Amanhã já é sexta! 

Baby food

Estamos na fase dos purés e das sopas. O A. anda todo contente a experimentar novos sabores e novas texturas todas as semanas.

A alimentação dos bebés é para mim um tem, quase, tabú. Cada pediatra e cada mãe/pai sua sentença e ai de quem vem dar opiniões contrárias. Às vezes até me pergunto como podem pediatras do mesmo país, que estudaram mais ou menos o mesmo, terem opiniões tão diferentes?!?

Como me desenrasco eu? Escolhi uma pediatra à minha medida e lá vou seguindo as indicações que ela me dá.

A pediatra do A. é a mesma da L. e é uma médica que acredita nos benefícios da alimentação natural e o menos processada possível. Recomenda a introdução gradual dos alimentos, papas só caseiras, fruta sim mas que não venha em boiões, leite de vaca só lá para os três anos e se optar por uma bebida vegetal em vez de leite ela não se chateia nada, açúcar (quando a criança tiver idade) quanto menos melhor…

Claro que se quiser empanturrar a criança de Cerelac e Bledina ela não deixa de acompanhar a criança, mas não é de todo o que ela recomenda.

Para muitos pais isto será exagero e o melhor é nem discutir o que as criancinhas comem e quando, mas para mim é um descanso saber que a médica que acompanha os meus filhos defende o mesmo estilo de vida que eu.

E por aí, quem já ouviu um “com essa idade e ainda não come isto ou aquilo”?

Eu sorrio e sigo caminho sossegadinha.

Baile de finalistas

O meu já foi há uns aninhos, mas trabalhar com adolescentes também tem destas coisas: convites para bailes de finalistas.

Na altura do baile estarei com 8 meses e meio de gravidez, muitos quilos a mais e nada me irá servir ou assentar bem, não conseguirei estar acordada até tarde e não poderei ficar muitas horas sem comer (ou à espera da comida), dançar (pois que é um baile) também me parece complicado, mas mesmo assim tenho o convite guardado com muito carinho e estou a pensar na resposta…

c9dca4fd670279eb1832a6a88c8a82eb

Desporto para os mais pequenos

A L. faz Ballet no colégio desde os 2 anos +/- e adora. Já experimentou outras aulas, de outras modalidades, de que gostou, mas nunca quis deixar o Ballet.

Eu não tenho nada contra o Ballet, mas acho que as aulas do colégio têm mais de brincadeira e “passar o tempo” do que de desporto. Queria que ela fizesse uma actividade física que lhe desse alguma disciplina, sentido de responsabilidade, para além de trabalhar a parte física e motora. Começar a ter o hábito de praticar desporto e de conhecer de desenvolver as suas capacidades físicas, melhora a saúde, o bem estar, a confiança, a resistência…

As questões que nos surgem, quando pensamos em colocar a L. noutro desporto, são: qual desporto? quando? onde? e a pagar quanto?

1º- Não consigo encontrar uma modalidade que se adeqúe bem aos 4 anos da L. e que ela queira muito experimentar. Toda a gente aconselha a natação, mas ela tem problemas de ouvidos que só pioram quando faz piscina, por isso está fora de questão.

2º- Não conheço muitos dos centros desportivos aqui da zona e não tenho indicações de bons ou maus professores e de bons ou maus espaços.

3º- Tem de ser algo bastante em conta, visto que já pagamos o Ballet de que ela não quer desistir nem por nada.

4º- Por fim, não pode ocupar todos os nossos fins-de-semana ou tempos livres. As aulas terão de ser 1 ou 2 vezes por semana e, embora considere que a prática desportiva desde cedo é muito importante tanto a nível físico como a nível psicológico, não sou fã de desportos demasiado competitivos ou que desenvolvam muito esse lado de querer ser o primeiro e o melhor. Sei que é algo bastante discutível, mas não gosto do apelo exagerado à competição.

O que me sugerem? Que desportos praticam os mais pequenos da vossa família? Que desportos praticaram em pequenos e me aconselham para a L.?

 

A-normalidade

Há uns dias debatia numa aula a questão da normalidade. Essa ideia de que as pessoas têm de ser normais, que as coisas precisam funcionar normalmente e que temos todos de viver normalmente. Mas afinal quem define o que é isso da normalidade? Temos de viver de acordo com a norma, com a maioria? E como temos a certeza que a maioria está correcta? Porque será que queremos tanto ser iguais aos outros e “parecer” normais?

Se calhar há por aí psicólogos que me explicam porque queremos ser iguais aos que nos rodeiam e porque tenho eu uma determinada aversão a ser igual aos outros, mas isso agora não me interessa nada.

Pessoalmente irrita-me essa ideia de que a maioria é que está certa, que temos de ser todos parecidos e “normais” e, mais ainda, detesto que me exijam que faça tudo como os outros fazem. Deixem-me ser diferente um bocadinho! Deixem-me fugir à norma por uns minutos!

411920705d8764aa6041980f758d125d

A verdade é que até me encaixo muito bem na norma, pelo menos em algumas coisas, mas detesto que me obriguem a isso.

Neste momento travo uma pequena (e parva) batalha interna em relação a uma ferramenta que tenho de usar no meu dia-a-dia profissional. Diz-se que esta ferramenta maravilha vai uniformizar o trabalho de todos e facilitar a vida a todos. O que por acaso até é verdade e a ferramenta até é boa. A questão é que todas as nossas diferenças, todas as particularidades, desapareceram e agora tenho de me “encaixar” na ferramenta “uniforme”. Ah, se vocês soubessem as cocegas que isso me faz!

Bem, depois deste post enorme e meio revoltado, acho que está na hora de ir fazer o jantar normal, para ir jantar com o meu marido e a minha filha, tal como uma família normal. 😛

Bom final de semana! (É quase sextaaaa!!!!)