Category Archives: Roupas

Bebés de verão

A L. nasceu no meio do Inverno, com direito a tempestade polar e tudo. O A. nasceu no final de Junho. Sol, calor, suor, necessidade de mais água… Tudo novidades para mim. Sou mãe pela segunda vez, mas é quase como se fosse a primeira. Todos os dias me deparo com uma novidade e esta coisa do calor e dos bebés de verão é uma delas.

Deviam de me ter avisado antes que não valia a pena comprar roupa para o bebé. O A. passa os dias só de fralda ou com um body de manga curta muito fininho e quando sai de casa basta um body. Quando lhe tento vestir roupas mais giras e mais compostinhas sofre imenso com o calor e farta-se de suar.

Resultado: tenho várias roupas que comprei para o primeiro mês que já não servem e algumas nem nunca foram usadas. Ainda por cima o rapaz nasceu grande e há coisas que começaram logo a ficar curtas na primeira semana de vida.

Assim, aqui fica o conselho para quem tem ou pensa vir a ter bebés no período do verão: pouca roupa, muito pouca roupa e só peças fresquinhas.

IMG_20160630_173629IMG_20160705_181008

Anúncios

Já a pensar nas férias

Este ano as férias terão um ritmo diferente, com um recém nascido, uma criança altamente enérgica e difícil de entreter e um casal a habituar-se a esta nova rotina toda. No entanto, já não penso noutra coisa…

Planos para os dias de férias não me faltam. Uma oportunidade de poder sair um pouco da rotina, fazer praia com a L. e aproveitar algum tempo à beira da piscina. Comer bem, passear muito e, mais importante que tudo, descansar (tentar descansar no tempo que os dois miúdos nos derem).

Dentro dos preparativos para estes dias de descanso tenho de comprar algumas roupas de verão que me sirvam mais ou menos (mesmo sem saber que peso terei na altura das férias) e encontrar programas giros para fazer com a L.

Andei a procurar alguma inspiração para as compras. O que acham?

Renovar o guarda-roupa

As novas colecções de primavera já andam por aí e eu sou uma ‘ssoa que não resiste a uns trapinhos novos. Ainda por cima tenho duas criancinhas para vestir, um menino e uma menina, ou seja, posso comprar roupas para mim, para menina mais crescida e para bebé menino. É a loucura! 😛

Andei a ver as novas colecções da H&M e da Zippy e fiquei apaixonada por algumas peças. Não dá para colocar tudo aqui, que a ‘ssoa gosta de muita coisa, mas deixo algumas peças de bebé de que gostei:

 

Ah, e ainda há tantas lojas para ver!

Um dia destes deixo aqui peças que estou a pensar comprar para mim, mesmo estando com uma barriga “gigante”, e para a L. 😛

Grávida: o que vestir?!

Já sabem que este não é um blog muito preocupado com tendências de moda mas, como já disse em posts anteriores, a pessoa tem de se vestir.

Quem costuma seguir o blog deve ter reparado que em 2015 me fartei de deitar roupa fora ou dar peças que tinha e nunca usava. Se há coisa que me preocupa neste momento, pelo menos quando vou às compras e tenho tentação de comprar tudo o que é giro, é pensar quantas vezes vou vestir determinada peça ou quantas combinações consigo fazer com outras peças que já tenha. Não quero voltar a ter o armário cheio de coisas que não me servem ou que não me ficam bem e que nunca uso.

Agora que estou grávida a principal preocupação é não gastar dinheiro em peças que nunca mais vou usar e tentar usar ao máximo as peças que já tinha em casa e que conseguem conter a minha nova pança lá dentro. 😛 Desengane-se quem pensa que posso aproveitar coisas que usei na gravidez anterior, pois na altura dei tudo o que comprei (não pensava ficar grávida novamente). Portanto, agora o que precisar terei mesmo de comprar de novo ou pedir emprestado a alguém.

Felizmente ainda tenho algumas calças, saias, vestidos e muitas camisolas que me servem, mesmo com uma pança de 20 semanas. Deve significar que a “pior” parte ainda está para vir, mas por enquanto a pessoa vai-se safando com as peças que já tinha no armário.

Isto tudo para partilhar convosco, especialmente as grávidas ou futuras grávidas, como faço para me vestir sem gastar muito dinheiro e continuar a sentir-me bem com o que visto e a ter um ar “decente” (vá, a pessoa tem de trabalhar e não pode ir de fato de treino para a escola… Ou não deve).

Básicos! O segredo está nos básicos. Camisolas lisas e com alguma elasticidade, vestidos ou túnicas e leggins para combinar com os mesmos (opto sempre por tons mais ou menos neutros para combinarem com mais coisas).

dceac696b1ad07729999863f98d9ddd6

Tive de comprar algumas calças de grávida (optei por comprar apenas dois pares e escolher tamanhos grandes para darem até ao final da gravidez) e comprei uma saia de grávida porque gostei muito dela e estava em saldos, mas não comprei mais nada ainda. As camisolas de inverno, que ficam mais curtas, ficam giras por cima de uma camisola básica de cor neutra, os vestidos ficam um pouco mais curtos (sobem com a barriga), mas com as leggins ainda vão ficando bem, as calças de ganga que ainda apertam na barriga dão um ar menos “mamã” e podem ser combinadas com túnicas, camisas ou camisolas mais compridas.

Daqui a uns tempos estas roupas já não me vão servir, mas nessa altura o tempo vai começar a aquecer e as opções serão outras (vestidos, calções, t-shirts mais largas, etc). Conto não ter de comprar mais nada para o tempo frio e no tempo mais quente… logo se vê. De qualquer forma, o segredo estará sempre em investir em peças básicas que possa usar mesmo depois da gravidez. 😉

Deixo algumas imagens de opções de combinações das tais peças básicas, que podem sempre complementar com acessórios mais elaborados para ter um ar mais “arranjadinho”.

créditos: todas as imagens “roubadas” ao Pinterest

Isto não é um blog de moda. Juro!

Mas a autora tem de se vestir. Outono parece que já chegou em força e a pessoa precisa de roupas mais quentes, confortáveis e “arrumadinhas” para o trabalho.

Sou fã desta nova moda inspirada nos anos 70 e a vontade é começar a comprar tudo o que me parece lindo. No entanto, não esquecer que ando a tentar diminuir a quantidade de coisas que tenho e que não uso, por isso comprar tem de ser de acordo com as necessidades reais e têm de ser peças que sei que vou usar muitas vezes e de várias formas.

Claro que a pessoa de vez em quando não resiste e comete uma loucura ou outra, mas pronto.

Andei a passear pelo meu amigo Pinterest e a ver algumas ideias bem giras. Alguns modelitos são parecidos com coisas que já tenho no armário e outros nem por isso, mas acho que lhes vou dar uma oportunidade este Outono/Inverno.

97c4167b6aa028b5ba965422da57fc7b 84c3c128451e07f8d57b65ad992b9886 11b56e56e2b84311d99e6bcd16580c2f e7580db831dd6b3be35e3e55f5b76044 8e323a09853e27fcc0a20f276c9e949b 9c284d948eede9fcd8a1984be2f79d07

O que acham? Sugerem mais algumas peças interessantes para esta altura do ano?

Escolhas complicadas (ou nem tanto)

Quem já anda a pensar na roupa da próxima estação? Eu, claro.

Embora eu deteste pensar no fim do verão e acredite que os dias agora estão mais feios, mas que ainda vamos ter muito sol em Setembro, a verdade é que as novas colecções já andam por aí à venda e a L. tem pouca roupa do inverno passado que ainda lhe sirva. Teremos de comprar muita coisa para os dias mais frios e eu já andei a dar uma volta nos sites de roupas infantis de que mais gosto.

A cada mudança de estação temos de escolher o que vamos guardar e o que vamos dar/reciclar e rever o que sobrou da estação anterior e que ainda serve, porque a rapariga está sempre a mudar de tamanho (o pé então parece que não pára de crescer). Compro muito mais roupa para a L. do que para mim. Serei só eu ou isto é defeito de mãe?!

Partilho aqui algumas escolhas da nova colecção infantil da Zara. Acreditem que vale a pena ir lá ver (não, não me pagaram para fazer publicidade. Eu gosto mesmo das roupas)

roupa zara

Preocupações de uma mãe

badeee00782e980ae4524d10a021cec8

Este será o primeiro verão em que não vou ter de comprar toneladas de roupa para a L. Yupii!

Geralmente a roupa deixa de lhe servir de uma estação para a outra. De um ano para o outro é ainda mais critico.

Agora, com a mudança de estação e com a aproximação de dias mais quentes, fui experimentar vestir algumas roupas que guardei do ano passado e surpresa: serve quase tudo! T-shirts, calções, biquinis, vestidos, saias… Está tudo bom! As calças ficam curtas, os sapatos e as sandálias já não servem, mas de resto não será preciso comprar mais nada. Milagre!

Claro que acabo sempre por comprar uma coisita ou outra da nova colecção, porque acho bonita e sou uma mãe vaidosa, mas a maioria das coisas já estão tratadas. Eu e a minha carteira agradecemos! 😛