Inspirational – Friday

Está a chegar a última semana antes das férias. YEAAAH!

Bom final de semana para todos e boas férias para os que estão ou vão de férias. Bora lá aproveitar o verão que isto dura pouco tempo. 😉

teacher_meme_end_of_year_tom_hanks.jpg

Anúncios

Mala de passeio do bebé

86369695386488b3c73bf58ea11153d5

Roubada ao Pinterest

O A. já está crescidinho e cada vez saimos mais com ele e fazemos mais passeios. Como imaginam, a logística para sair com crianças pequenas é muito diferente e pode-nos levar à loucura. eheh

Fomos passar o fim-de-semana fora e arriscámos dormir com uns amigos num parque de campismo. É cedo para ele dormir numa tenda, por isso optámos por um bungallow. Mesmo assim é preciso levar muita coisa connosco e ter sempre uma mala bem organizadinha para não faltar nada nos passeios que pretendemos fazer.

Deixo aqui uma lista do que acho essencial levar na mala de passeio de um bebé, tendo em conta a experiencia com a L. e com o A. (depois há mil e uma coisas que tenho de levar quando vou passar noites fora com eles, mas isso fica para outro post):

  • Fraldas (depende do espaço que temos e do tempo que vamos ficar fora, mas pelo menos 5 tenho sempre comigo)
  • Mudas de roupa (pelo menos duas e se for um bebé que bolsa muito é melhor levar mais)
  • Muda fraldas (um daqueles mini-colchões para deitar o bebé enquanto se muda a fralda ou mesmo um descartável. Ajuda muito, especialmente quando queremos mudar a fralda em sítios mais duros ou desconfortáveis para o bebé)
  • Saco para roupa suja e afins (no final do dia este saco costuma vir cheio de roupa para lavar… Enfim!)
  • Chucha (como o A. usa chucha, eu costumo levar sempre mais uma na mala de passeio, para o caso da que ele tem cair e eu não ter logo onde lavar)
  • Snacks (entre os refeições ou enquanto espera que o comer dele esteja pronto, o bebé pode ficar um bocado impaciente e eu gosto de ter qualquer coisa à mão para ele se entreter enquanto espera, como fruta ou bolachinhas)
  • Água (uma garrafa pequena ou biberão)
  • Toalhitas (servem para mudar a fralda e não só: limpar mãos, cara, pés, mesas, cadeiras, cadeirinha de passeio, nódoas da nossa roupa e da roupa deles…)
  • Fralda de pano (uma ou duas. Dão sempre jeito para limpar o bebé, para adormecer o bebé ou para o tapar, por exemplo)
  • Chapéu e protector solar (no verão tenho sempre comigo)
  • 1 Brinquedo (não acho que valha a pena levar um monte de brinquedos para um bebé pequeno, mas qualquer coisa pequena, que não pese na mala e que saiba que ele vai ficar entretido por algum tempo)
  • Arnidol (se tiverem uns “artistas” como os meus, é melhor ter por perto uma pomada para quedas e nódoas negras. Sou fã da Arnidol)
  • Soro (para o nariz ou mesmo para limpar alguma zona mais sensível)

Isto é aquilo que não pode mesmo faltar na mala dele (nossa), mas acredito que outras mães tenham ideias diferentes. O que me sugerem mais?

 

Dia Mundial do Rock

Diz que hoje é o dia mundial do Rock e a Rádio Comercial tem passado uma selecção de músicas muito interessante dedicada a esta dia. A maioria dos 90’s e a maioria até poderia não ser considerada Rock, mas fez-me lembrar de algumas bandas que marcaram a minha adolescência e de que ainda gosto muito.

Deixo-vos uma sugestão de playlist em modo de celebração desta data:

Green Day – Basket Case

Red Hot Chili Peppers – Otherside

Red Hot Chili Peppers – Give it away

Nirvana – Where did you sleep last night (há melhores, mas esta versão acústica é qualquer coisa…)

Pearl Jam – Even Flow

The Offspring – Why Don’t You Get a Job

 

Só para abrir o apetite… Feliz dia!

Tatuagens de verão (e não estou a falar de marcas de biquíni)

e0b48fe12f20a9750e93a613e1291a61

Foto roubada ao Pinterest

A semana passada fiz uma tatuagem. Foi a terceira que fiz, mas a primeira que fiz na altura do verão.

Sabem aquilo que se diz sobre não fazer tatuagens no verão, por causa do sol e da praia e coiso?! Pois bem, têm razão.

Pensei bastante sobre o assunto (sim, eu penso bastante sobre tudo) e falei com o tatuador que me disse que não era assim tão complicado sarar uma tatuagem no verão, desde que se tenha cuidado, e acabei por avançar com a ideia de fazer nesta época.

Poderia ter esperado, mas sei que depois das aulas recomeçarem será mais complicado ter tempo e disposição e iria adiar mais um ano. Já andava a adiar esta ideia há tanto tempo que olhem…  já está!

No entanto, descobri (pode dizer-se que senti na pele) que quando o sol bate directamente numa tatuagem que ainda está a sarar, mesmo que seja apenas quando caminhamos na rua ou conduzimos, arde que se farta.

Conselho a quem tiver uma vontade louca de fazer uma tatuagem: é melhor esperar até Outubro.

p.s.- Apesar do conselho, não estou nada arrependida e a dita cuja está a sarar muito bem. 😉

 

Papa de Kiwi e Banana

O A. fez um ano e neste momento já pode comer de tudo (desde que saudável, claro). É aquela fase em que quero que ele experimente um mundo de coisas novas e que me perco em receitas novas para tornar tudo mais apetitoso para o moço.

Por opção não lhe dou alguns alimentos (e com autorização da nossa pediatra também) e vou dando outros que não são tão “normais”. A lista de papas, sopas, purés, pedacinhos crus ou cozidos é imensa nesta nova fase e é uma descoberta para mim e para ele.

Nos últimos dias já experimentou o pêssego, o tomate, o grão, as ervilhas, os iogurtes naturais de leite de vaca e o leite de arroz. Como podem ver, são coisas que muitos miúdos mais novos já comem, mas que por aqui a pediatra só aconselhou a introduzir agora.

Hoje tentei introduzir na alimentação do A. o Kiwi. Como é uma fruta um pouco ácida, resolvi procurar papas diferentes para oferecer esta fruta ao pequenito e habituá-lo ao novo sabor. A minha ideia era manter o sabor do kiwi, para perceber se ele gosta ou não, mas adoçar a papa de alguma forma. Depois de alguma pesquisa este foi o resultado:

Papa de Kiwi e Banana:

Uma banana pequena

1 Kiwi

Preparação: cortar a banana e o kiwi aos pedaços pequenos e bater tudo junto até ficar com a consistência de uma papa.

O A. comeu tudo e acho que ficou bastante doce só com a banana pequena, mas eu achei muito ácido na mesma (se calhar porque não gosto nada de Kiwi).

Ficou com uma consistência um pouco mais líquida que as papas que costumo fazer, mas ele comeu muito bem. 🙂 Dei metade simples e metade com iogurte.

Com iogurte

Sem iogurte

 

Tempo de praia

Tendo em conta os dias esquisitos da semana passada ninguém diria, mas já é tempo de praia. Aqui ainda não chegaram as férias, mas a L. já está a fazer praia com a escola.

A miúda adora e nós também gostamos muito de lhe poder proporcionar estes diazinhos de praia e descanso com os amigos. No entanto, a logística disto tudo dá comigo em doida:

Ela é roupa com o logótipo do colégio para levar para a praia, fato de banho, toalha de praia, chapéu, protector, água, roupa para vestir depois da praia, mais toalha para o banho, mais a tralha toda para tomar banho. No final do dia vem tudo sujo e lá temos de meter tudo para lavar e preparar novamente a tralha toda para levar no dia seguinte. Temos de ter roupas, toalhas e afins em duplicado (pelo menos) para conseguir lavar e secar as coisas com tempo.

Já para não falar que temos de acordar todos de madrugada, para a rapariga conseguir chegar a horas e ainda temos de despachar o pequenito, que tem um ritmo e um horário diferente e ainda não está na fase de fazer praia.

Enfim! Espero que deixe excelentes recordações, até porque o infantário está a chegar ao fim e a escola “a sério” aproxima-se, mas dá uma trabalheira gerir isto tudo e conciliar com os nossos horários de trabalho e rotinas habituais.

E assim começo uma nova semana de trabalho já cansada…

4443f0491e9184048cbe9ba74aace76c
Imagem roubada ao Pinterest