Category Archives: Crianças

A esquisitinha cá de casa 

A L. anda numa fase em que quer comer sempre a mesma coisa, recusa-se a provar alimentos novos e mesmo que sejam alimentos que já conhece, se tiverem outra apresentação, diz que não gosta.
O problema aqui é que nós queremos que ela vá variando as refeições e os sabores. Temos de a contrariar ou convencer em quase todas as refeições e eu farto-me de dar voltas à cabeça para descobrir como fazer coisas diferentes e de que ela goste. No infantário as refeições são variadas, mas os ingredientes são quase sempre os mesmos, os lanches parecem fotocópia e se não for em casa ela não experimenta nada de novo.

Sabemos que no infantário ela come tudo e não reclama, mas em casa dá-lhe o mimo e vêm as esquisitices todas.

As últimas descobertas que fiz foram:
– Sumos de frutas caseiros (só algumas misturas é que resultam) num copo bonito e com palhinha são boa escolha;

– Ovos mexidos vão com quase tudo e pequenos muffins salgados também;

– Panquecas feitas com aveia e alfarroba também são alternativa às panquecas normais, mas têm de ser adoçadas com açúcar porque a criatura não gosta de mel ou stevia. Reclama logo.

– Banana ao lanche ou pequeno almoço pode ser, mas tenho de cortar e a menina come com um garfo. De outra forma dá duas dentadas e diz que não quer mais;

– Bolos com cereais integrais e sem farinha e ovos também dão para a convencer a comer coisas diferentes e fazer de conta que se trata de um bolo igual aos outros…

Tem sido uma animação inventar coisas para ela comer, mas aos poucos lá vou conseguindo.

E aí por casa também há muitos esquisitinhos?

Olá Primavera 

Estes dias de sol e algum calor, que já sabem a Primavera, deixam-me sempre mais alegre e de bem com a vida. Até já estou a planear coisas giras para fazer com a família no fdsemana. 

Ontem foi dia da mulher e os piolhos cá de casa trouxeram trabalhos feitos na escola e inspirados aqui na mãe. O tipo de trabalho é o mesmo mas a idade das crianças é bem diferente. 

Em qual fiquei mais favorecida?

Vamos lá sorrir e aproveitar o dia. Amanhã já é sexta! 

Aniversário da L. #trowback

No fim de semana passado celebrámos o 5º aniversário da L. e, tal como já tinha dito por aqui, fomos invadidos por Skye e Patrulha Pata.

A miúda está gira, divertida e adorou a festinha com a família e os amigos. Nós, pais babados, continuamos sem saber muito bem como é que 5 anos passaram tão rápido, mas sentimo-nos muito felizes por podermos passar cada ano ao lado dela.

A festa descrita por palavras da própria: “até fico maluca com isto!”

img_5434img_5437

Adenda ao post anterior

Para não ficarem a pensar, a propósito do último post, que só penso em ficar em casa com os filhos, sem contribuir de outra forma para a sociedade, sem ter um trabalho fora de casa remunerado e que possa melhorar a vida da família, só quero esclarecer uma coisa: posso trabalhar a vida quase toda e ganhar dinheiro, mas a infância dos meus filhos e a minha presença nesta fase não se repetem. Essa é a minha “dor”!

Baby food

Estamos na fase dos purés e das sopas. O A. anda todo contente a experimentar novos sabores e novas texturas todas as semanas.

A alimentação dos bebés é para mim um tem, quase, tabú. Cada pediatra e cada mãe/pai sua sentença e ai de quem vem dar opiniões contrárias. Às vezes até me pergunto como podem pediatras do mesmo país, que estudaram mais ou menos o mesmo, terem opiniões tão diferentes?!?

Como me desenrasco eu? Escolhi uma pediatra à minha medida e lá vou seguindo as indicações que ela me dá.

A pediatra do A. é a mesma da L. e é uma médica que acredita nos benefícios da alimentação natural e o menos processada possível. Recomenda a introdução gradual dos alimentos, papas só caseiras, fruta sim mas que não venha em boiões, leite de vaca só lá para os três anos e se optar por uma bebida vegetal em vez de leite ela não se chateia nada, açúcar (quando a criança tiver idade) quanto menos melhor…

Claro que se quiser empanturrar a criança de Cerelac e Bledina ela não deixa de acompanhar a criança, mas não é de todo o que ela recomenda.

Para muitos pais isto será exagero e o melhor é nem discutir o que as criancinhas comem e quando, mas para mim é um descanso saber que a médica que acompanha os meus filhos defende o mesmo estilo de vida que eu.

E por aí, quem já ouviu um “com essa idade e ainda não come isto ou aquilo”?

Eu sorrio e sigo caminho sossegadinha.

A febre da Patrulha Pata

Conhecem a Patrulha pata? E a cadela Skye?

Não. Pois a minha filha conhece bem e diz que a próxima festa vai ser assim:

Entretanto ela vai mudar de ideias mais umas 300 vezes, mas pelo sim pelo não é melhor começar a criar um álbum com algumas ideias no Pinterest. Como poderia eu ignorar os pedidos especiais da mana mais velha?!

 

nota: todas as imagens são do Pinterest, pois claro